A ousadia de Rita Ribeiro

por , 29 Outubro, 2018

Desafiámos Rita Ribeiro – cantora, atriz, produtora, mãe, avó, bisavó, mulher – a ser ousada, provocadora e sexy. Conseguiu. Aos 63 anos. Afinal, uma mulher é sexy até que idade?

Por: Xavier Pereira | Fotografia: Gonçalo Claro | Styling: Filipe Carriço

O convite foi feito e imediatamente aceite. Rita Ribeiro ? cantora, atriz, produtora, mãe, avó, bisavó, mulher ? mostrou-se, desde logo, disponível. Desafiámo-la a ser ousada, provocadora, sexy. Conseguiu. As fotografias comprovam-no. No final, confessou: “Estou habituada a vestir personagens. Para mim, não é muito complicado. Lembrei-me muito de quando era mais nova, porque tinha o cabelo preto e com franja. Usei-o assim durante muito tempo”, afirma, referindo-se ao desafio de usar um visual diferente na sessão fotográfica. “Gostei muito daquilo que senti e vi”, resume.

A tarde de agosto estava quente e o ambiente, entre a equipa, descontraído. Depois das várias mudanças de roupa, sentámo-nos a conversar. “Sinto-me melhor do que nunca”, atira Rita, para início de diálogo. “Estou em paz comigo. Houve um caminho, de há vinte anos e tal a esta parte, de retorno a mim própria. Sinto-me em paz, serena”. Isso sente-se. O tom de voz é tranquilo e o olhar denota calma.

Rita é filha dos atores Maria José e Curado Ribeiro. Foi mãe aos 20 e aos 42 anos de idade. Pisou praticamente todos os grandes palcos portugueses. Fez dezenas de revistas, musicais, comédias, dramas. Participou em séries, telenovelas e filmes. Cantou para plateias lotadas e foi aplaudida de pé, noite após noite. Afirmamos, sem dúvidas: tem o nome inscrito na história do teatro em Portugal. Não se pense, por isso, que está acomodada. Em 2013, surpreendeu, quando fez o monólogo Gisberta; no ano passado, aceitou integrar um projeto junto de um ator com Trissomia 21; este ano, criou uma produtora de espetáculos. Como se não fosse já suficiente, garante: “Tenho tudo por fazer!”.

 


Leia o artigo completo na revista CRISTINA nas bancas
ou na app CRISTINA M(IOS ou ANDROID)

  • Comentários

    Artigos relacionados