APRIL IVY: “Estou orgulhosa do que já alcancei”

por , 29 Agosto, 2018

Aos 19 anos de idade, é uma das maiores promessas da música pop portuguesa. Há pouco mais de um mês lançou o tema Frida que se tem revelado um sucesso no YouTube e nos seus espetáculos ao vivo. Motivo para conversarmos com a jovem.

 

CRISTINA – Lançaste recentemente o tema Frida. Quais foram as reações?

APRIL IVY – Têm estado a ser muito positivas, graças a Deus. Fico mesmo muito feliz que os meus fãs gostem tanto desta nova sonoridade, como da nova imagem.

 

CRISTINA – Porquê Frida Khalo?

APRIL IVY – Estudei Frida Kahlo durante 2 anos na escola, e após a minha viagem de finalistas ao México, vim superinspirada e decidi fazer-lhe um tributo e prestar-lhe uma homenagem. Frida é um ícone do feminismo e da liberdade, e mesmo tendo tido uma vida tão trágica, é um exemplo a seguir.

 

CRISTINA – Como surgiu a colaboração com o Conductor?

APRIL IVY – Eu escrevi a música em setembro do ano passado, sem contar com nenhum featuring, no entanto, senti que faltava qualquer coisa. Ouvi a música vezes sem conta até chegar à conclusão de que precisava ali de uma voz masculina e de algumas palavras em espanhol, e lembrei-me logo do Conductor.

 

CRISTINA – O vídeo de Frida volta a primar por uma imagem forte, ao nível de decors ou guarda-roupa. Quando gravas uma música, pensas em como pode resultar, em termos visuais?

APRIL IVY – Claro que sim! Imagino logo o videoclipe ao compor a música. Acho que me ajuda na parte da criação, pois permite-me visualizar a história que quero contar.

 

CRISTINA – Este tema estará no álbum que lançarás em breve. Quando sairá e o que podemos esperar do disco?

APRIL IVY – O disco sai este outono, sem falta. Podem esperar uma série de sonoridades diferentes, desde o reggae ao rap, dentro do pop claro, pois sinto que, sendo tão nova, ainda tenho muito para explorar. Cada música tem a sua própria identidade, em termos de som e de história, e, assim, acabo, também, por deixar os meus fãs curiosos com o que aí vem.

 

CRISTINA – Terás músicas em português ou só em inglês?

APRIL IVY – Neste disco, só vou ter músicas em inglês, mas, quem sabe, no futuro, possa vir a acontecer.

CRISTINA – Sentes-te pressionada a cantar em português?

APRIL IVY – Sinto-me um pouco pressionada, no sentido em que sei que as pessoas me querem ouvir em português, mas acho que os meus fãs percebem que, apesar de eu ser portuguesa, sempre estudei em inglês, e a minha forma de pensar acaba por ser essa. Não estou a cantar em inglês só para ser do contra.

 

CRISTINA –  Tens passado por vários palcos, ao longo dos últimos meses. Para quem ainda não teve oportunidade de te ver ao vivo, como resumes um espetáculo teu?

APRIL IVY – Para quem ainda não veio assistir a um concerto, deixo desde já o convite! As datas vão estar publicadas nas minhas redes sociais. O meu espetáculo é como os meus músicos dizem: “uma montanha russa de emoções”. Vai desde as músicas super animadas e dançáveis, a momentos acústicos e íntimos, a músicas dançáveis, outra vez. (Risos) Acho que é preciso ver para perceber!

 

CRISTINA – Em termos musicais, quem são as tuas maiores inspirações, atuais e não só?

APRIL IVY – Admiro vários artistas a níveis diferentes, principalmente a Beyoncé, o Michael Jackson e a Lady Gaga entre outros, por serem artistas 100% completos.

 

CRISTINA – Ao longo do último ano, tens vindo a ganhar mais fãs. Que relação tens com eles?

APRIL IVY – Tenho uma relação bastante próxima, e tento falar com as minhas paginas de fãs quase todos os dias. Tiro sempre tempo depois dos espetáculos para tirar fotografias e falar um pouco com todos os que estiveram presentes, pois é a minha forma de mostrar o quão agradecida estou por terem saído de casa para me ir apoiar.

CRISTINA – Que balanço fazes do percurso trilhado até aqui? Alguma vez pensaste em desistir?

APRIL IVY – Nunca pensei em desistir pois a música sempre foi a minha maior paixão, mas claro que já tive momentos muito complicados e difíceis. Felizmente, tenho a sorte de ter a melhor família, amigos e fãs do mundo que me apoiam sempre. Ainda tenho um longo caminho e pouco ou nada sei deste meio, mas estou orgulhosa do que já alcancei e ansiosa para ver o que o futuro trará.

 

  • Comentários

    Artigos relacionados