As doenças mais comuns da infância

por , 12 Setembro, 2019

Sabe quais são as doenças mais comuns entre as crianças, e como lidar com elas? O pediatra Manuel Ferreira de Magalhães explica e deixa alguns conselhos, sobre como atuar em cada caso.

por MARGARIDA MENINO FERREIRA

As doenças mais comuns na infância são as infeciosas agudas, que atacam em força durante os meses mais frios, tornando o outono e o inverno as estações de grande preocupação para os pais.

As infeções agudas
A grande maioria destas doenças infeciosas agudas é limitada e de total resolução. Existem dois tipos de infeções: Víricas e Bacterianas. Quer os vírus (“viroses”), quer as bactérias podem infetar o organismo humano de uma forma global, ou apenas numa parte específica do corpo. As infeções agudas mais frequentes, nas crianças, são as infeções da garganta (amigdalites), dos ouvidos (otites), das vias respiratórias (laringites e bronquiolites), do estômago e intestinos (gastroenterites) ou das membranas que envolvem o cérebro (meningite). Todas estas infeções podem ser víricas ou bacterianas.

Vírus vs. Bactérias
Os vírus têm a capacidade de causar uma mistura de sintomas muito diversa, desde os mais gerais (febre, dores no corpo, mal-estar geral), aos mais específicos, como respiratórios (nariz entupido, tosse, expetoração), gastrointestinais (dor de barriga, vómitos, diarreia) ou mesmo neurológicos (dor de cabeça). Na maioria das situações, a febre dura aproximadamente três dias e os sintomas começam a melhorar nesta altura. Se não acontecer uma melhoria, a criança deverá ser observada pelo médico, para este compreender se existe alguma infeção bacteriana não identificada.
As viroses não precisam de tratamento específico. O corpo humano tem a capacidade de tratar sozinho a grande maioria destes vírus, comuns na infância. Existem vários exemplos: doença mão-pé-boca, laringite aguda, bronquiolite aguda, gastroenterite aguda, entre outras. As bactérias, por outro lado, costumam causar infeções mais localizadas no organismo, por isso, além de provocarem sintomas gerais de infeção (febre e mal-estar), provocam também sintomas mais localizados, dependentes do local de infeção. As infeções por bactérias precisam sempre de ser resolvidas com administração de antibióticos. Ainda assim, por vezes, as viroses complicam e as bactérias aproveitam alguma fragilidade do organismo para infetar algumas partes específicas do corpo. Nesses casos, é necessário tratar a infeção bacteriana com antibióticos.

Gripe
É uma infeção vírica provocada pelo vírus influenza, que aparece todos os anos no nosso país, nos meses mais frios. É caracterizada por febres altas, fortes dores musculares em todo o corpo e constipação. Não se trata com antibióticos e, geralmente, demora mais de três dias a resolver.


Leia o artigo completo na edição deste mês nas bancas
ou na app CRISTINA M (IOS OU ANDROID)

  • Comentários

    Artigos relacionados