Carlão: “Sinto responsabilidade sempre que toco”

por , 30 Junho, 2018

Carlos Nobre tem 42 anos de idade e um percurso recheado de sucessos em diferentes projetos musicais. Dedicado à carreira a solo, Carlão, prepara-se para lançar um novo álbum de originais, em setembro. Hoje é o cabeça de cartaz do Music Valley e encerra aquele palco, na atual edição do Rock in Rio-Lisboa.

POR: Xavier Pereira

CRISTINA – És o cabeça de cartaz do Music Valley, no último dia. Sentes a responsabilidade de encerrar aquele espaço?

CARLÃO – Sinto responsabilidade sempre que toco, seja em primeiro ou último lugar, para dez ou dez mil pessoas. Sinto stress de igual forma, a adrenalina é a mesma. Sofro sempre um bocado!

CRISTINA – O que estás a preparar para o concerto?

CARLÃO – As diferenças neste concerto passarão pela estreia ao vivo de vários temas do novo disco, mas, também, pela componente de vídeo, com novos materiais, bem como a adição de um novo elemento – um baterista – à banda. É um “upgrade” ao espetáculo que temos vindo a fazer até agora.

CRISTINA – Vais ter algum convidado no teu concerto?

CARLÃO   Em princípio, sim.

CRISTINA – Podes revelar quem será?

CARLÃO   É surpresa!

CRISTINA – O Rock in Rio é, por excelência, o festival das famílias. Vais ter a tua presente?

CARLÃO   Sim. Só não vai a filha mais nova, porque ainda é muito bebé.

CRISTINA – De todo o cartaz, o que gostarias mais de ver?

CARLÃO   Bruno Mars e Muse.

CRISTINA – Tiveste oportunidade de tocar na edição que aconteceu o ano passado, no Rio de Janeiro. O que guardas da experiência?

CARLÃO   A partilha e descoberta. Com um público que desconhece o nosso trabalho e com um grupo de comparsas ­– HMB e Virgul – generoso o suficiente para embarcar na aventura de fazer da música de cada artista a música de todos.

CRISTINA – Lançaste recentemente o tema Contigo. O que se segue?

CARLÃO – O lançamento do próximo álbum, Entretenimento, que conta com a participação de António Zambujo, Manuel Cruz e Slow J, entre outros convidados, e deverá ser editado em setembro. Estou muito feliz com o resultado e em pulgas para tê-lo cá fora. Entretanto, continuo na estrada a fazer concertos e antes disso, muito provavelmente, sairá mais um videoclipe de outro tema do novo disco.

 

  • Comentários

    Artigos relacionados