Cinema: Os Filmes da Semana

por , 12 Julho, 2018

Um drama sobre a crise da fé de um padre, uma comédia francesa com um médico vigarista, e “Amar Pablo, Odiar Escobar”, um filme sobre o famoso narcotraficante que junta no grande ecrã o casal Javier Bardem e Penélope Cruz. Estas são as sugestões da semana de Diogo Marques, colaborador de cinema da CRISTINA.

Por: Diogo Marques

“NO CORAÇÃO DA ESCURIDÃO”

Ernest Toller (Ethan Hawke) é um ex-soldado que, após a morte do filho na guerra do Iraque e a separação da mulher, refugiou-se na igreja de uma pequena cidade, no norte de Nova Iorque, onde assumiu a função de reverendo. Consumido pela culpa de encorajar o filho a alistar-se no exército, ele escreve um diário onde começa a questionar a sua fé em relação a Deus e à sociedade. No entanto, os seus dilemas pessoais tornam-se mais intensos quando conhece Mary (Amanda Seyfried), uma devota mulher que está grávida e cujo marido, Michael (Philip Ettinger), ambientalista radical, rejeita o próprio filho por acreditar que devido às alterações climáticas, o mundo não tem salvação. À medida que Toller serve de conselheiro deste casal, descobre que a sua congregação está envolvida em negócios ilícitos.

Este filme realizado por Paul Schrader – cineasta conhecido como argumentista de “Taxi Driver” e “Obssesão”, e como realizador de “Gigolô Americano -, conta no elenco com Ethan Hawke (“Boyhood: Momentos de Uma Vida”) e Amanda Seyfried (“Mamma Mia!”).

 

“UM SENHOR DOUTOR!”

Knock (Omar Sy) é um ex- vigarista que se tornou médico e que se instalou na pequena aldeia francesa de Saint-Maurice com o intuito de aplicar o seu método para fazer fortuna: convencer a população que todos têm doenças que desconhecem. Como mestre na arte da sedução e manipulação, Knock está determinado a alcançar os seus objetivos. Contudo, tudo mudará quando conhece Adèle, uma jovem que descobre o seu passado.

Baseado numa peça de Jules Romains, este filme realizado por Lorraine Lévy, é protagonizado por Omar Sy, uma das maiores estrelas do cinema atual francês, que ficou conhecido pelo seu papel na comédia de 2011, “Amigos Improváveis”.

  

“AMAR PABLO, ODIAR ESCOBAR”

Depois do sucesso da série da Netflix, “Narcos”, eis o filme sobre a ascensão e a queda de um dos maiores narcotraficantes da história: Pablo Escobar. O fundador e líder do Cartel de Medellín,tornou-se num dos maiores mafiosos da Colômbia. Desta vez, o filme realizado por Fernado León de Arona, foca a apaixonada e atribulada aventura amorosa de Escobar (Javier Bardem) com a famosa jornalista colombiana, Virgínia Vallejo (Penélope Cruz).

“Amar Pablo, Odiar Escobar” é baseado no livro autobiográfico, escrito pela própria Virgínia Vallejo, e representa o nono projeto em que Penélope Cruz e Javier Bardem, casados desde 2010, contracenam juntos. Isto depois de o terem feito em filmes como “Jamon, Jamon” e “Vicky Cristina Barcelona” – filme com o qual Penélope Cruz, em 2008, ganhou o Óscar de Melhor Atriz Secundária.

  • Comentários

    Artigos relacionados