Cinema: Os Filmes da Semana

por , 4 Julho, 2019

Os atores Tom Holland e Jake Gyleenhaal na nova aventura de Spider-Man, um drama baseado no best-seller “O Sol Também é uma Estrela” e, “Campeões”, a comédia sobre um grupo de desportistas com deficiência intelectual, que foi um sucesso de bilheteira em Espanha. São estas as sugestões da semana de Diogo Marques, colaborador de cinema da CRISTINA.

Por Diogo Marques  

“SPIDER-MAN: LONGE DE CASA”

Dois anos depois de ter feito sucesso com “Spider-Man: Regresso a Casa” (o 6º filme mais lucrativo de 2017), Tom Holland está de volta na pele de Peter Parker, o jovem super-herói “aranhiço”.
Na primeira aventura da Marvel depois de “Avengers:Endgame”, Peter Parker decide, durante umas semanas, deixar os seus atos heroicos de lado para viajar pela Europa com os seus amigos Ned (Jacob Batalon), MJ (Zendaya) e os restantes colegas de liceu. No entanto, as suas férias de verão terão um rumo inesperado quando o agente Nick Fury (Samuel L. Jackson) surge com uma nova missão: várias ‘elementais’ – criaturas feitas de areia, pedra, água e fogo – estão a causar o caos e destruição em diversos pontos do “velho continente”. O jovem deve, assim, desvendar a causa desses ataques ao mesmo tempo que tenta aproveitar as férias com os amigos e lidar com o aparecimento do enigmático Mysterio (Jake Gyllenhaal).

 

 “O SOL TAMBÉM É UMA ESTRELA”

Adaptação do romance best-seller de Nicola Yoon, “O Sol Também é uma Estrela”, acompanha a história de Natasha (Yara Shahidi) e Daniel (Charles Melton, mais conhecido pelo seu papel na série Riverdale, na Netflix), dois jovens que se apaixonam na caótica cidade de Nova Iorque. A paixão está no ar, mas esta recente história de amor apresenta um revés: é o último dia de Natasha nos Estados Unidos da América. Em menos de 12 horas, ela e a sua família serão deportados para a Jamaica. Terá este amor jovial futuro?

 

“CAMPEÕES”

Marco é o treinador assistente de uma equipa de basquetebol da 1ª Divisão Espanhola. Um dia, uma discussão com o treinador principal resulta numa enorme bebedeira e num acidente rodoviário. Depois de presente ao juiz, eis a sua sentença: treinar uma equipa de basquetebol composta por atletas com deficiências intelectuais. Com alguma relutância, Marco inicia a sua nova função. Mas cedo percebe que esses jovens atletas são felizes e independentes apesar das suas limitações – de que ganhar ou perder uma partida é algo bastante relativo em comparação com o companheirismo, o esforço e o espírito de equipa.
Em Espanha, “Campeões”, comédia realizada por Javier Fesser, foi vista por mais de 3 milhões de espectadores e venceu 3 Prémios Goya. Em Portugal, o filme conta com o apoio da Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência (FPDD), que em conjunto com Bibá Pitta, Naíde Gomes e outras personalidades, gravaram o vídeo abaixo com o intuito de sensibilizar para a mensagem inspiradora deste filme.

  • Comentários

    Artigos relacionados