Cinema: Os Filmes da Semana

por , 7 Maio, 2018

Um drama sobre uma jovem escritora no pós 2ª Guerra Mundial; um filme sobre um campeão de boxe lesionado; um thriller sobre a perda de privacidade na era digital. Estas são as sugestões da semana de Diogo Marques, colaborador de cinema da CRISTINA.

Por: Diogo Marques

“A SOCIEDADE LITERÁRIA DA TARTE DE CASCA DE BATATA”

Baseado no best-seller homónimo, Guernsey – A Sociedade Literária da Tarte Casca de Batata conta a história de Juliet Ashton (Lily James, “Baby Driver Alta Velocidade”), uma jovem escritora de espírito livre que vive em Londres no período pós-guerra.

Apesar do sucesso do seu recente romance, e do apoio do editor Sidney (Matthew Goode, “Aliados”), Juliet esforça-se para encontrar uma nova inspiração para a escrita, depois das duras experiências vividas durante a guerra. Resignada com o bloqueio criativo, prepara-se para aceitar uma proposta de Mark Reynolds (Glen Powell, “Elementos Secretos”), um vistoso soldado americano, quando recebe uma misteriosa carta de Dawsey Adams (Michiel Huisman, “A Idade de Adalaine”), membro da Sociedade Literária da Tarte Casca de Batata. uma organização criada durante a ocupação do regime nazi. Intrigada com o secretismo da organização, Juliet vai ao encontro de Dawsey, mas cedo se apercebe que o amor daquele grupo pela literatura encobre um segredo que mudará para sempre a sua vida.

“JOURNEYMAN – VONTADE DE VENCER”

Escrito, realizado e protagonizado pelo britânico Paddy Considine, “Journeyman – Vontade de Vencer” narra a história de Matty Burton (Paddy Considine), um campeão mundial de boxe que defende o seu título contra o arrogante Andre ‘Future’ Bryte (Anthony Welsh, “The Girl with All the Gifts”). O encontro apesar de intenso, corre-lhe bem e Matty é considerado vencedor. Contudo, é quando chega a casa que desmaia. Ao acordar e após receber alta do hospital, Matty que apresenta sequelas motoras e perda de memória, regressa a casa acompanhado pela mulher Emma (Jodie Whittaker, “Adult Life Skills”) e inicia uma dura jornada na reabilitação. Um desafio que poderá colocar em risco a relação com Emma e com a filha bebé, Mia.

 

“ANON”

Num futuro não muito distante, o Governo procura suprimir a criminalidade de forma pouco peculiar: através da ausência da privacidade e de uma vigilância apertada aos cidadãos. Sal Frieland (Clive Owen, “Valerian e a Cidade dos Mil Planetas”) é um dos polícias responsáveis por exercer e defender a lei. No entanto, tudo adquire uma perspetiva diferente quando conhece The Girl (Amanda Seyfried, “In Memoriam”), uma hacker que o faz questionar a ética do governo para o qual trabalha.

Num tempo dominado pelas redes sociais e por casos como o de Edward Snowden e WikiLeaks, “Anon, realizado por Andrew Niccol (“Morte Limpa”), pretende refletir sobre a perda da privacidade que é provocada pelas tecnologias de informação.

 

  • Comentários

    Artigos relacionados