Cuidado com a Internet! 

por , 25 Setembro, 2017

A utilização da Internet é feita por jovens, adultos e também crianças. É sobre elas que, agora, falamos. 

Por Xavier Pereira

Facebook, Instagram, Snapchat, Twitter e outras tantas aplicações, ou redes sociais, estão à distância de um toque no ecrã do smartphone ou do tablet, ou de um clique no computador, e não se pense que esse uso é exclusivo para gente crescida, com noção do perigo e do risco que o mundo virtual comporta. As crianças têm, hoje, uma forte apetência para qualquer que seja o aparelho tecnológico e, muitas vezes, surpreendem-nos com a utilização quase instantânea que fazem, mas, esse uso, acarreta riscos. As questões de privacidade são as principais.
Um dos pontos que, nos últimos meses, muitos psicólogos e especialistas têm vindo a defender, é que deve ser revista a idade mínima para o uso de redes sociais. Com 13 anos, um adolescente já se pode registar no Facebook, mas há quem defenda que isso só devesse acontecer aos 16 anos. Claro que existem formas de contornar isso e, muitos jovens, criam perfis às escondidas dos pais.

O mediático chef inglês, Jamie Oliver, proibiu que as filhas mais velhas usassem telemóvel e redes sociais, no entanto, psicólogos ouvidos pelo The Guardian, dizem que a atitude proibitiva não é a mais correta e que a solução está em comunicar. Ainda segundo o mesmo artigo do jornal inglês, os pais consideram que a Internet, e tudo o que a envolve, não é bem ensinada nas escolas e que os professores negligenciam esse aspecto. 

Assim, existem determinados cuidados que pais e educadores devem ter no que respeita ao uso da Internet e das redes sociais por parte dos mais novos, nomeadamente: 

| No momento de criar um perfil no mundo virtual, esteja ao lado do seu filho |

| Promova o uso das redes sociais só quando estiver perto dele |

| Estabeleça limites temporais para a sua utilização |

| Explique-lhe os riscos de se expôr e alerte-o para nunca fornecer dados pessoais |

| Dê o exemplo e não viva agarrado ao smartphone |

 

Sabe quanto tempo passam os portugueses nas redes sociais? E quais são as redes mais populares?

Leia a matéria completa na edição de setembro disponível na app CRISTINA M (IOS ou ANDROID).

  • Comentários

    Artigos relacionados