Devo, ou não, vacinar o meu filho?

por , 18 Julho, 2019

Prof. Dr. Manuel Magalhães
Consultor Pediátrico da Clínica Filipe Magalhães Ramos

Sim, deve vacinar. Mas antes disso, vamos compreender um melhor assunto, que divide opiniões e que tem influência na saúde de todos nós.

As vacinas são um dos maiores desenvolvimentos da humanidade. Foram criadas para combater infeções graves específicas, que matavam milhares e milhares de pessoas em todo o mundo. Em Portugal, o Programa Nacional de Vacinação (PNV) oferece-nos um conjunto de vacinas gratuitas, disponíveis no centro de saúde. Além destas vacinas do PNV, existem outras importantes, que podem ser compradas pelos país. É o caso das vacinas contra o meningococo tipo B e rotavírus, assim como a vacina contra o papiloma vírus humano (HPV), para os rapazes. Estas três vacinas são igualmente seguras, eficazes e recomendadas pelos pediatras, a toda a população. Existem ainda outras vacinas (contra a varicela, a hepatite A, entre outras) que são recomendadas apenas em situações específicas.

As vacinas são seguras e eficazes. As dúvidas sobre a vacinação, que assustam os pais, foram criadas por artigos falsos no século passado e continuam, nos dias de hoje, com a criação de fake news, disseminadas nas redes sociais. A vigilância da segurança das vacinas a nível mundial é tão grande, que seria impossível continuar a comercializar uma vacina que causasse problemas à população.


Leia o artigo completo na edição deste mês nas bancas
ou na app CRISTINA M (IOS OU ANDROID)

  • Comentários

    Artigos relacionados