Dr. Hugo Madeira | O seu sorriso de Hollywood

por , 16 Abril, 2019

Como há muito se diz por aí: “Julgamos o livro pela capa”. Se é correto fazê-lo ou não, e em que circunstâncias? É difícil responder. Mas a verdade é que a aparência ocupa — sempre ocupou — um lugar importante na sociedade; ajuda-nos a criar empatia e a receber a sua aceitação.

Por Hugo Madeira, Médico Dentista

O que nem sempre é consensual é a forma como percecionamos a “capa de cada livro”, a aparência de cada um: o que para uns é aceitável, para outros não é. O sorriso, por exemplo, é um cartão de visita que tem muito a dizer sobre alguém, pelo menos na sociedade em que vivemos. Os dentes desempenham – não só um papel funcional (essenciais para trincar e mastigar, auxiliares na fala e na respiração) –, como têm um papel fundamental na aparência e na autoestima de cada um. Dentes bonitos ou feios, direitos ou tortos, brancos ou amarelos, grandes ou pequenos… tudo conta. Felizmente, hoje em dia, tudo isso pode ser alterado, graças à medicina dentária estética. Recebo, na minha clínica, muitos pacientes insatisfeitos com o seu sorriso; têm dentes saudáveis mas que, esteticamente, não são do seu agrado. Pedem-me muitas vezes “o sorriso das novelas” ou o “sorriso de Hollywood”, aqueles dentes brancos e perfeitos que veem na televisão, no cinema e nas revistas. Costumo alertar para o facto de muitos desses sorrisos não serem exatamente reais pois, tanto no ecrã como no papel, há truques que escondem as inúmeras imperfeições… mas é possível chegar perto daquela “perfeição”.

 


Leia o artigo completo na edição deste mês nas bancas
ou na app CRISTINA M (IOS OU ANDROID)

  • Comentários

    Artigos relacionados