Filhas da Mãe | Vamos lá 2019, o que é que tu queres de nós?

por , 1 Fevereiro, 2019

O que te podemos dar?

A passagem do ano deve ser das fronteiras mais estreitas que conheço, há sonhos apreendidos que ficam na alfândega das promessas, não têm a força para dobrar o torniquete, não cumprem, não se esticam, não se “esguiam” e não atravessam. É preciso compreender a estrutura dos sonhos adiados, é preciso refletir na razão de ainda lhes chamarmos sonhos. Aumenta a angústia, cada vez que o relógio dobra os ponteiros sem a execução das promessas que, dizemos há anos, nos farão mais felizes. A vida não é um exercício de retórica, é verbo. E os verbos dos sonhos são o predicado mais importante da vida. Se não os realizamos, não nos realizamos.

Leia a crónica completa na revista CRISTINA de Janeiro
disponível na app CRISTINA M.

 

  • Comentários

    Artigos relacionados