Grandes nomes da moda banem peças de roupa pequenas e modelos menores

por , 6 Setembro, 2017

Na véspera de Semana da Moda de Nova Iorque, grandes nomes da indústria da moda como Louis Vuitton, Saint Laurent, Gucci e Christian Dior dão um passo que pretende ser revolucionário na indústria.
A partir de hoje, é banido o recrutamento de modelos menores de 16 anos e excessivamente magros. Os  grupos LVMH e Kering, detentores de grandes marcas, elaborou uma carta de princípios que pretende travar a ideia  de que a indústria estimula os distúrbios alimentares, uma vez que aparecem constantemente modelos menores e excessivamente magros nos desfiles. A Carta dos Relacionamentos Laborais e Bem-estar dos Manequins bane a produção do número 32 (EUR), na peças femininas, e 42 nas peças masculinas. São aceites, portanto, os modelos que vestem a partir do número 34 e 44, respectivamente. É possível ler-se, ainda, na carta que “nenhum modelo, menor de 16 anos, será recrutado para fazer parte de um desfile de moda ou sessão fotográfica que represente adultos.”

Recordamos que, em 2015, foi aprovada pelo Parlamento Francês a obrigatoriedade de todos os modelos que trabalham no país, obterem um atestado médico que comprove o estado de saúde. Esta lei entrou em vigor apenas este ano.

 

  • Comentários

    Artigos relacionados