A hora feliz do parto

por , 12 Fevereiro, 2018

É um dos momentos mais marcantes da vida de uma mulher.Se casos existem em que a sequência de eventos parece retirada de uma qualquer comédia romântica de Hollywood, também são conhecidas experiências em que a semelhança com o enredo de O Exorcista chega a ser um eufemismo.

Por Beatriz Leal

Na edição deste mês damos-lhe a conhecer as histórias de três mulheres, Andreia, Carina e Mara. Mulheres diferentes e que tiveram partos diferentes.

Nunca tinha pensado tão a fundo que gostaria de ser eu a fazê-la nascer, mas não hesitei. Hoje posso dizer que trouxe a minha filha ao mundo”, conta Carina Rodrigues.

 

Os médicos disseram-me para ajudar o meu filho a nascer. Consegui puxá-lo para cima de mim. Esteve quase uma hora nos meus braços”, recorda emocionada Mara Nunes.

 

Estava bastante descontraída, só com contrações e ligada ao CTG. A médica perguntava-me como é que eu não tinha dores, mas não conseguia explicar”, relata Andreia Corvo.

Leia as histórias completas na edição deste mês, já ans bancas ou na app CRISTINA M.

  • Comentários

    Artigos relacionados