Incontinência urinária: o problema e as novas soluções

por , 19 Novembro, 2019

A incontinência urinária afeta 30% das mulheres portuguesas. Além do problema físico, traz consequências psico-sociais. Conheça as novas soluções que devolvem confiança e conforto às mulheres.

fotografia SOL MARQUES assistida por MAFALDA BOAVIDA styling CAROLINA FREITAS maquilhagem e cabelos LEA MAGUI LOURO assistida por BERNARDO CORREIA 

A incontinência urinária (I.U.) feminina é a perda involuntária de urina. Esta incapacidade de armazenar e controlar a saída de urina pode ocorrer de forma ligeira e ocasional, ou de forma mais grave e frequente, podendo ser um problema temporário ou persistente.

As mulheres são mais afetadas por este problema do que os homens, por diversos fatores. Em primeiro lugar, por questões anatómicas, dado que a uretra feminina é mais curta do que a masculina e também mais vertical.  Em segundo lugar, devido a um grande fator de risco: a gravidez e o parto. Por fim, acresce também o facto de as mulheres passarem por alterações hormonais, tais como a menopausa, que pode desencadear ou agravar uma incontinência pré-existente, que podia ter-se iniciado numa altura de pós-parto. Há ainda outros fatores, que afetam os homens e as mulheres, como obesidade ou obstipação crónica.

 

 

 

  • Comentários

    Artigos relacionados