MIGUEL SOUSA TAVARES

por , 14 Agosto, 2018

Jornalista, comentador, escritor. Aos 68 anos de idade lançou um novo livro e é um dos protagonistas da edição de agosto da CRISTINA. Fique a conhecê-lo melhor.

Por: Xavier Pereira
Nasceu em junho de 1950, no Porto. É filho de Sophia de Mello Breyner Andresen, casou quatro vezes e tem três filhos. Ao longo dos últimos anos comenta, semanalmente, a atualidade na SIC, depois de anos na TVI. Assinou centenas de crónicas em revistas e jornais e já escreveu mais de uma dezenas de livros.
Equador é, até ao momento, a sua obra mais vendida. Editado em 2003, foi a estreia de Sousa Tavares no romance histórico. Passado entre Portugal e São Tomé, foi transformado em série televisiva pela TVI, continuando a ser o produto de ficção com maior orçamento, até hoje, produzido em Portugal. Traduzido em 10 línguas, recebeu um prémio em Itália.
Mais recentemente, publicou Cebola Crua com Sal e Broa, um livro de memórias que percorre a infância, a adolescência e o início da fase adulta. Páginas onde fala da família e de política, numa viagem que vai do Porto a Lisboa passando por muitos lugares dos quais, ainda hoje, guarda recordações.
Nas obras, nas crónicas, nos comentários ou nas entrevistas é sempre incisivo e frontal. Habituado a polémicas, disse, na conversa com Cristina Ferreira que está este mês nas bancas, ter receio de não saber quando sair de cena. Uma conversa para ler na CRISTINA de agosto.

 


Revista CRISTINA nas bancas ou na app CRISTINA M (IOS OU ANDROID)

 

  • Comentários

    Artigos relacionados