Nutrição | Drª Iara Rodrigues: “Vou ser mãe”

por , 26 Março, 2018

Em tempos li que, quando um bebé decide vir ao mundo, nasce com ele uma mãe. Não sendo minha esta frase, não podia estar mais de acordo.

Por: Iara Rodrigues

Uma mulher é mãe desde o primeiro instante. Mal recebemos a notícia, transformamo-nos como nunca pudemos imaginar. Ainda o bebé é apenas uma vida minúscula, implantada na nossa barriga, já todos os nossos pensamentos e cuidados giram à volta deste pequeno ser que, sendo tão pequenino, já provoca grandes emoções.

(…) Tive que pôr de lado alguns dos cremes que usava (anticelulítico, antirrugas…), deixar de comer os superalimentos (clorela, spirulina, açai, …) que consumia todos os dias, porque não estão estudados os efeitos que têm nas grávidas (WHAT?!), largar as minhas saladas de que tanto gosto, porque não sou imune à Toxoplasmose, abdicar de pôr a canela no café, porque dizem que é abortiva, optar por alimentos muito bem passados – o que para uma amante de carpaccio e rosbife é um flagelo – e esquecer que existe sushi… Ai sushi… São muitas coisas para processar! Depois começam as preocupações de todas as mulheres: controlar o ganho de peso, não querer engordar demasiado, pensar em estrias e celulite (é possível ter mais?!) e, claro, querer estar à altura.

(…) A todas as mães que estão a descobrir as alegrias e as “angústias” – fossem todas assim – da maternidade pela primeira vez, deixem-me partilhar a conclusão a que cheguei: estar grávida tem de tudo um pouco e cada pouco é um mundo único, pessoal e intransmissível!

Veja na edição deste mês as 3 receitas saudáveis da Dr. Iara Rodrigues.

Leia o artigo completo na revista CRISTINA nas bancas ou na app CRISTINA M.

  • Comentários

    Artigos relacionados