O stress, o cortisol e o aumento de peso

por , 8 Outubro, 2019

 

Dr.ª Eva Lau, médica especialista em endocrinologia e nutrição

O cortisol é uma hormona produzida pelas glândulas suprarrenais, estando envolvida na resposta ao stress. É uma hormona essencial ao bom funcionamento do nosso organismo e indispensável à vida humana.

Mas afinal o que é o stress? O stress é qualquer condição que perturba o equilíbrio do nosso organismo. Assim, qualquer ameaça ou lesão vai originar uma libertação do cortisol que, por sua vez, se vai encarregar de manter a estabilidade do nosso corpo. Vários estudos apontam o stress como um dos fatores que contribui para a obesidade, através do aumento da ingestão alimentar, contudo, algumas relações são ainda controversas.

A obesidade é multifatorial
A obesidade é uma doença caracterizada pela acumulação excessiva de gordura, que pode trazer riscos para a saúde, tais como, diabetes, hipertensão arterial ou colesterol elevado, que culminam no aumento do risco cardiovascular.

Existem diferentes causas ou fatores para o aumento de peso, ou seja, a obesidade é multifatorial. Estes fatores podem ser divididos de forma geral em:
1) Fatores ambientais, altamente relacionados com o estilo de vida de cada pessoa, tais como o sedentarismo, alimentação menos adequada ou outro tipo de rotinas que provoquem aumento de peso;
2) Fatores genéticos, como alterações genéticas específicas que aumentam a acumulação de gordura;
3) Fatores endócrino-metabólicos, como doenças hormonais ou do metabolismo.
Os fatores ambientais são os que mais afetam toda a população, nomeadamente comer muito e fazer pouca atividade física. Ainda assim, os estilos de vida stressantes podem ter um papel relevante, criando condições que favorecem o aumento de peso através de situações como a privação ou alterações do sono, rotinas diárias disruptivas, horários apertados no dia a dia ou compromissos laborais exigentes. Estes fatores são interpretados pelo nosso organismo como “ameaças” e, como tal, podem aumentar a produção de cortisol.

O stress pode provocar alterações de peso
Como escrito anteriormente, o cortisol é a hormona do stress. No entanto, o cortisol regula muitas outras funções do nosso organismo, incluindo o metabolismo dos macronutrientes: hidratos de carbono, proteínas e gorduras. Assim, através do cortisol, o stress poderá ter uma influência direta na ingestão alimentar e regulação do peso corporal.
As variações do peso com o stress diferem muito de pessoa para pessoa, assim como mediante a duração do próprio stress, o nível de fome ou a quantidade e tipo de alimentos disponíveis. Ainda assim, existem diversos estudos que demonstram que o stress tem influência na regulação do peso, nomeadamente através de alterações:
1) no apetite;
2) na prática de exercício físico;
3) na acumulação de gordura;
4) na motivação para comer.
Muitas destas alterações estão relacionadas com um aumento do cortisol nas situações de stress.


Leia o artigo na edição deste mês nas bancas
ou na app CRISTINA M (IOS ou ANDROID)

  • Comentários

    Artigos relacionados