Os jovens e as drogas

por , 19 Outubro, 2018

O que consomem? Com que idade começam? Qual a frequência do consumo? Descubra as respostas a estas e outras perguntas através dos testemunhos de Núria, Rui e André.

POR: Xavier Pereira

A música está alta, a batida é acelerada, os corpos movem-se na pista, numa dança frenética. O cenário fica completo com um jogo de luzes e brindes entre amigos, beijos apaixonados e segredos partilhados. Alguns deles envolvem idas à casa de banho, para mais um traço de cocaína ou a partilha de uma garrafa de água, entre os vários elementos do grupo: dissolvido no líquido transparente, está um pouco de MDMA.

A descrição é simples e pode acontecer numa discoteca em Lisboa, num festival de música no Alentejo ou num sunset em Viana do Castelo. É demasiado comum. Na pista ? qualquer que ela seja ? estão centenas de jovens movidos pelo desconhecido, pela aventura, pela vontade de viver mais. Entre eles, jovens como André, Rui ou Núria.

Para participarem nesta reportagem, pediram para não ser identificados pelo nome verdadeiro. Escusaram-se a dar pormenores sobre os locais que frequentam, mas, de resto, foram verdadeiros nas respostas e deram pormenores. Aqui, nestas páginas, põem a nu um tema que é considerado tabu. Abrem uma porta a que muitos pais e educadores temem bater.

 


Leia o artigo completo na revista CRISTINA nas bancas ou na app CRISTINA M.

  • Comentários

    Artigos relacionados