Pergunte ao Dr. Quintino

por , 27 Setembro, 2017

Tenho uma afilhada de quatro anos, uma menina muito alegre, inteligente e perspicaz. No entanto, há cerca de um ano, quando nasceu a irmã, as coisas tornaram-se complicadas.

De manhã ela vai extremamente nervosa para a escola e, à hora do almoço, não quer comer e puxa até mesmo o vómito. Durante o dia, brinca normalmente com os colegas. Os pais já não sabem o que fazer. Gostava de saber o que me aconselha. Obrigada”.- Lúcia.

Minha querida Lúcia, entendo a sua preocupação e a angústia de pais que assistem, impotentes, ao sofrimento emocional de uma filha de quatro anos de idade. Sempre imaginamos uma criança pequena a correr e a brincar, a fazer barulho e muito feliz; quando o quadro é diferente, como no caso da sua sobrinha, o normal é que se instale, dentro dos adultos que a rodeiam, uma absoluta necessidade de mudar o que está mal, para que a alegria dessa criança regresse rapidamente. Mas mudar o que está mal exige, claro, conhecer a causa daquele sofrimento e, nessa impossibilidade, o sentimento que se instala é a impotência.- Dr. Quintino.

 

 

Veja a crónica completa na edição de setembro também disponível na versão digital
(IOS ou ANDROID).

  • Comentários

    Artigos relacionados