Polónia: uma agradável surpresa

por , 2 Novembro, 2018

Quando aceitámos o convite feito pelo Turismo da Polónia para conhecer as duas maiores cidades do país e para experimentar o melhor da gastronomia polaca, não imaginávamos a surpresa que estava para vir.

 

Varsóvia

Para Visitar

A primeira cidade que visitámos foi Varsóvia. Um dos cartões postais da cidade é o Castelo Real de Varsóvia, localizado na Praça do Castelo, na entrada da Cidade Velha.

O castelo foi completamente destruído pelos alemães e a reconstrução começou a ser feita no fim da Segunda Guerra Mundial. No interior é possível ver a exposição permanente, o preço é de 30 zlt (aproximadamente 7€). Caso não tenha tempo para a visita, vale a pena entrar no pátio (gratuitamente) e desfrutar do ambiente.

O centro histórico é bastante turístico, por isso existem muitos restaurantes e cafés. Caso necessite de comprar alguns produtos aqui pode, também, encontrar diversos supermercados.

Um dos locais a não perder, seja qual for a altura do ano, é o Palácio da Cultura e da Ciência. É praticamente impossível não o notar, principalmente se estiver no centro da cidade. O edifício tem 42 pisos e é o segundo mais alto da Polónia. É nada mais, nada menos que um complexo voltado para a cultura, onde é possível encontrar teatro, cinema, museus, cafés, restaurantes e, ainda, um miradouro. A visita ao topo não requer muito tempo e aqui é possível ter uma perspectiva 360º da cidade. Este miradouro é coberto, o que permite a visita ainda que esteja a chover. O bilhete custa 20 zlt (aproximadamente 5€).
Fica ainda o destaque para dois bares que existem no complexo, Bar Studio e Café Kulturalna. São frequentados por locais e fogem da zona mainstream da cidade.

O Museu POLIN é um dos mais importantes da Polónia. São 1000 anos de história sobre os judeus polacos e foi eleito o melhor museu em 2016. O espaço é bastante interativo e moderno e conta a história de uma forma leve. O bilhete normal custa 25zlt (cerca de 7€).

Para comer

Restaurante Stara Szafa: tradicional restaurante em Varsóvia, com um ambiente tão acolhedor que chega a parecer a casa de uma avó.

Restaurante Zapiecek (Polskie Pierogarnie): a especialidade da casa são os pierogis e isso percebe-se logo, mesmo antes de entrar. Os sabores são variados, entre salgados e doces. Não deixe de provar a sopa de beterraba com mini dumplings, é deliciosa.

Para Ficar

Sugerimos o Hotel Sofitel para alojamento na cidade, uma vez que fica mesmo no coração da cidade. Situa-se perto do Jardim Saxão local onde se encontra um dos monumentos mais importantes da Polónia: O Túmulo do Soldado Desconhecido. Este memorial homenageia todos os soldados que morreram durante a guerra e cujo corpo não foi identificado. A cidade velha fica, também, a uma curta distância.

Dica: Atravesse a ponte e vá até o bairro de Praga. Este bairro é bastante jovem e badalado, com bares, cafés e parques. É aqui que se situa o Museu da Vodka.

 

De Varsóvia para Cracóvia

Apanhe o combóio na Estação Central da cidade de Varsóvia (Centrum). A viagem tem a duração de cerca de 2h30 até Cracóvia e é muito agradável, uma vez que a paisagem é inesquecível. O valor dos bilhetes pode variar entre os 55 zlt e os 130 zlt para a segunda classe – cerca de 20€ a 45€.

As duas cidades são muito diferentes. Varsóvia é mais recente, sendo que grande parte da cidade foi destruída e reconstruída após a Segunda Guerra Mundial. Cracóvia ainda tem construção dos tempos medievais.

O Parque Planty é o mais importante da cidade, pois rodeia o antigo centro de Cracóvia. Uma curiosidade: seja qual em que direção for, dentro do parque, vai acabar por sair no mesmo sítio. A saída faz-se na colina da Catedral de Wawel. Se caminhar mais um pouco, vai encontrar a Praça do Mercado, a Basílica de Santa Maria, o Mercado da cidade e uma dezena de restaurantes e cafés locais.

Se passar numa loja de chocolate E. Wedel, não deixe de entrar. Esta é uma marca nacional  que oferece uma enorme variedade de chocolates e pode ainda aproveitar para fazer uma pausa e tomar um café. A loja que fica na praça do mercado fica aberta até as 23h e durante o fim de semana até meia noite.

A vodka é uma bebida tradicional na Polónia. Existe vários bares que servem a bebida juntamente com pequenas tapas. Tivemos a oportunidade de provar a conhecida bebida Mad Dog, uma mistura de vodka, sumo concentrado de frutos vermelhos e Tabasco, e recomendamos. Para acompanhar sugerimos um tartar.
Não deixe de provar um prato com ganso. A ave é muito popular na Polónia e é confeccionada de diferentes formas.  Provámos perna de ganso assada, servida com molho de frutos vermelhos e a acompanhar com uma massa parecida com nhoque. É um prato muito típico e muito saboroso.

Atravesse a ponte até ao Gueto judaico de Cracóvia. Aqui situa-se o Museu de Oskar Schindler sobre os tempos da Segunda Guerra Mundial, na Polónia. No regresso, passe pelo bairro judaico Kazimierz, que tem uma vasta opção de restaurantes, sinagogas e, claro, muito história!

  • Comentários

    Artigos relacionados