Rejuvenescimento vaginal… prazer sem tabus!

por , 20 Agosto, 2019

Por Dra. Maria Manuel Sampaio, Ginecologia e Obstetrícia , Clinica Filipe Magalhães Ramos

 

A esperança média de vida está a aumentar e, consequentemente, uma elevada percentagem das mulheres passa mais de metade da sua vida na menopausa. O envelhecimento vaginal, com atrofia e perda de elasticidade da mesma, trazem consequências que vão limitar a plena vivência sexual da Mulher.
Numa sociedade em que o prazer e a sexualidade já não são tabu, surge um tratamento revolucionário – o LASER vaginal.
Esta tecnologia permite reverter os efeitos naturais do envelhecimento.

Porque é importante o rejuvenescimento vaginal?

O envelhecimento natural da Mulher, com a entrada na menopausa e consequente diminuição de estrogénios, conduz à atrofia vaginal, que se caracteriza por secura vaginal, flacidez da mucosa, dispareunia (dor no ato sexual) e, por vezes, incontinência urinária. Em situações de pós-parto, amamentação e falência ovárica prematura, também se verifica esta diminuição de estrogénios e, consequentemente, a atrofia vaginal e sintomas associados.
A atrofia vaginal interfere, deste modo, na qualidade de vida da Mulher e, como tal, deve ser tratada.

Como funciona este novo tratamento?

Este tratamento é realizado através da utilização de um aparelho laser com aplicador vaginal (semelhante a uma sonda de ecografia vaginal), que é introduzido na vagina e, quando acionado, liberta feixes de energia LASER que promovem a estimulação dos fibroblastos, na formação de colagénio e elastina, conduzindo a uma regeneração dos tecidos. Através deste estímulo, os tecidos ficam mais densos e elásticos, facto que permite, a nível funcional, uma recuperação da sensibilidade e diminuição da dor durante as relações sexuais, melhorando a vivência da sexualidade.


Leia o artigo completo na edição deste mês nas bancas
ou na app CRISTINA M (IOS OU ANDROID)

  • Comentários

    Artigos relacionados