Ricardo Soler, o artista sonhador

por , 15 Abril, 2019

Ricardo Soler é cantor, ator e enfermeiro. Já participou em programas de televisão e espetáculos, num percurso que já dura há mais de onze anos. Agora, está em cena com Severa – O Musical. Motivo para responder ao Questionário da CRISTINA.

por: Xavier Pereira

CRISTINA – Integras o elenco de Severa – O Musical. Em três palavras, como resumes o espetáculo?

Ricardo Soler – É um espetáculo emocionante, intenso e, sobretudo, português.

C. – E a tua participação?

R.S. – Faço de D. José, um papel que reserva algumas surpresas, e que me permitiu fazer um trabalho de construção de personagem mais profundo e completo. É algo bastante diferente do que tenho feito até aqui. Acho que as pessoas que me costumam acompanhar vão ficar surpreendidas. Esta personagem revela um Ricardo diferente, mais irreverente. É uma atuação muito completa, cheia da emoção e drama, naturais do teatro, acompanhada por música, uma das minhas maiores paixões, cantada ao vivo.

C. – Qual o lado mais “severo” de trabalhar com Filipe La Féria?

R.S. – Não acho que o possamos descrever como “severo”. Trabalhar com Filipe La Féria é uma experiência única. Aprende-se imenso e, na realidade, sem exigência não é possível alcançar o sucesso que lhe é característico.

C. – Voltas ao palco do Politeama, que já pisaste centenas de vezes. Ainda é especial?

R.S. – É sempre especial. Um teatro, seja o Politeama ou outro, é sempre um palco, um local onde nos podemos expressar e desenvolver o nosso trabalho e, acima de tudo, mostrá-lo ao público.

C. – Vamos esquecer os nervos. Medo ou entusiasmo: o que sentes mais, antes de entrar em palco?

R.S. – Antes de entrar em palco estou sempre ansioso, todos os dias são diferentes, porque o público muda todos os dias e nós dependemos muito da energia que ele nos transmite. Mas sinto sempre, sempre, entusiasmo.

C. – E nos dias em que não há espetáculo, onde é mais provável que te encontrem? 

R.S. – Nos dias em que não tenho espetáculo, aproveito para dedicar algum tempo à minha família, aos meus animais. Gosto muito de ler, de ver séries, por isso, o mais provável é que me encontrem num sofá rodeado pelos meus três cães, com o comando de televisão na mão!

C. – Tens-te dedicado ao teatro musical. Qual é o teu espetáculo e personagem de sonho?

R.S. – Adorava poder fazer de Moisés no musical do Príncipe do Egipto; e ainda fazer de Jean Valjean, no Les Miserables. No entanto, o meu musical favorito é sem dúvida o primeiro que vi em Nova Iorque, o Rent.


Leia o questionário completo a
na revista CRISTINA já nas bancas.

  • Comentários

    Artigos relacionados