Rock in Rio promove recuperação florestal em Portugal

por , 4 Junho, 2018

Projeto de âmbito nacional vem reforçar a aposta na preservação ambiental, iniciada em 2006, com uma garantia: #EstáTudoConectado.

Por: XAVIER PEREIRA | Fotografias: AGÊNCIAZERO.NET

Ao longo dos anos, o Rock in Rio tem assumido um forte compromisso com a floresta. Na edição deste ano, em Lisboa, não é exceção. Para isso, Agir, Carolina Deslandes e Diogo Piçarra criaram a música Respirar, que serve de banda sonora à iniciativa lançada, esta manhã, no Parque da Bela Vista. O tema vai estar disponível para venda digital. As verbas revertem a favor da Liga para a Proteção da Natureza, parceira do Rock in Rio no projeto que pretende sensibilizar, informar e gerar uma participação ativa e consciente na recuperação e preservação da floresta.

A partir de amanhã, chega às televisões, rádios, jornais, revistas, mupis e universo online, esta campanha através de várias figuras públicas. O escritor José Luís Peixoto, as radialistas Ana Galvão e Filipa Galrão, o ator Ricardo Carriço, o estilista Nuno Gama, o jornalista Filipe Garcia, a apresentadora Vanessa Oliveira e os Xutos & Pontapés protagonizam uma série de conteúdos em que explicam como os recursos da floresta se interligam com o seu dia a dia, garantindo que #EstáTudoConectado.

Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio, explicou aos jornalistas que, depois dos incêndios do último ano, em Portugal, “sentimos que tínhamos de fazer alguma coisa”. Iniciaram-se, assim, uma série de conversas que levaram à campanha que agora arranca. “Em algumas regiões, é preciso plantar árvores, noutras regiões, é preciso limpar, noutros casos, é necessário reordenar o território”, detalha a empresária.

Para isso, é necessária uma união de esforços. Além da campanha mediática, com as figuras públicas já referidas e da música original de Agir, Carolina Deslandes e Diogo Piçarra, foi lançada uma plataforma agregadora de conteúdos que terá mais de 20 projetos aos quais os portugueses se podem associar. Como? Com donativos espontâneos ou com ligações mais próximas e diretas a iniciativas com as quais se identificam. Está tudo em www.estatudoconectado.pt.

O Rock in Rio volta, ainda, a promover o leilão de guitarras autografadas e de guitarras construídas com madeira queimada. Os lucros revertem para os projetos levados a cabo pela Liga para a Proteção da Natureza.

 

  • Comentários

    Artigos relacionados