Música para ficar em casa

por , 17 Março, 2020

Nos próximos cinco dias, vai poder assistir ao vivo a 78 concertos sem sair do conforto do lar. Trata-se do festival #EuFicoEmCasa, no qual o Instagram é o palco.

POR: XAVIER PEREIRA

Hoje e nos próximos cinco dias, há música ao vivo para todos os gostos. As três principais editoras discográficas portuguesas aliaram-se a agências e artistas para promover o festival #EuFicoEmCasa. Uma iniciativa que quer promover a quarentena voluntária, num momento de ameaça séria à saúde de todos, mas não só. O objetivo também é compensar os espectadores das dezenas de espetáculos cancelados devido à propagação do Covid-19. A organização assume que este é um “movimento cultural inédito”.

O evento foi organizado em tempo recorde e, mesmo antes de começar, o resultado já era assinalável. Nas primeiras seis horas, a página de Instagram onde tudo se vai passar já contava com 100 mil seguidores.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Festival #EuFicoEmCasa (@festivaleuficoemcasa) a

De 17 a 22 de março, vão ser 40 horas de música para todos os gostos. Mesmo! No line up há nomes consagrados como António Zambujo, Ana Moura ou Tiago Bettencourt. Há fenómenos recentes como Marta Carvalho, Irma ou Buba Espinho. Há música eletrónica com Xinobi, Moulinex e Branko. Há pop com Paulo Sousa, soul com Héber Marques, hip hop com Capicua, fado com Ricardo Ribeiro, jazz com Elisa Rodrigues, reggae e dance hall com Supa Squad e outros ritmos africanos com Nelson Freitas, Selma Uamusse ou Matias Damásio. Convencido?

Bárbara Tinoco João Pedro Pais Diogo Piçarra April Ivy Fernando Daniel Murta Paulo Sousa António Zambujo Matias Damásio Nelson Freitas Agir Pedro Abrunhosa Capicua Héber Marques Carolina Deslandes Ana Bacalhau Nuno Ribeiro Ana Moura David Carreira Luísa Sobral
<
>
17 de Março - 17h00

O festiva abre portas às 17h de hoje, numa atuação feita a partir de casa de Bárbara Tinoco. A voz de Sei lá atua durante meia hora e passa o microfone a André Henriques. Cada artista tem meia hora para atuar na divisão que quiser da sua casa. O espectador, neste festival, também pode escolher o melhor lugar, sem ter de se aborrecer com um grupo mais barulhento ou uma cabeça mesmo à frente. O importante é desfrutar do espetáculo, celebrar a música e, claro, ficar em casa.

  • Comentários

    Artigos relacionados